Como a taxa Selic impacta em imóveis?
15/04/22

Que a busca por imóveis permanece aquecida durante todo o ano, disso sabemos. Todos os semestres a procura por apartamentos cresce no Brasil de maneira exponencial e isso movimenta a economia de diversas formas.

No entanto, para fazer um financiamento imobiliário, muitas questões estão em jogo para que tudo aquilo que foi planejado aconteça de maneira correta. Alguns índices econômicos e taxas podem afetar diretamente o desempenho desse setor, como é o caso da Selic.

Vamos conferir como esta taxa impacta o setor imobiliário? Vem com a gente!

Entenda a taxa selic

imoveis

De forma clara e sem mais delongas, essa é a taxa básica de juros do nosso país. Ela influencia em diversos rendimentos de aplicações relacionadas à renda fixa e é um importante índice para manter a saúde monetária no Brasil.

Ela está intimamente ligada com a inflação, ou seja: o Banco Central do Brasil fixa, todos os anos, uma meta de inflação que deve ser cumprida. Para fazer com que este objetivo seja atingido, a taxa pode ser alterada 8 vezes no ano pelo Comitê de Política Monetária (Copom), composto pelos diretores e presidente do Banco Central. 

Funciona da seguinte forma: caso a inflação ultrapasse a margem superior da meta estipulada, o comitê eleva a Selic. Ao contrário, caso esse fator esteja abaixo das expectativas da meta, a Selic recebe um reajuste de queda. Por fim, se a inflação estiver na meta, a Selic permanece estável. Uma relação diretamente proporcional.

O financiamento imobiliário e a taxa Selic

imoveis

A maior parte das pessoas, ao decidir comprar um apartamento, escolhe como modalidade de pagamento justamente o financiamento imobiliário, que possui uma enorme quantidade de fatores e recursos para que esteja sendo movimentado e aprovado de maneira justa e correta.

Pelo fato desses financiamentos levarem cerca de 5 a 35 anos, o valor do crédito impacta na transação de maneira significativa. Isso porque segue a mesma lógica que falamos acima, diretamente proporcional. Ou seja, se a taxa de juros diminuir, as linhas de crédito ficam mais em conta do que quando a mesma está alta.

O lado bom da Selic

O aumento da taxa Selic pode ser, na verdade, uma boa oportunidade para quem é um investidor ou tem potencial para comprar o imóvel à vista. Nesse cenário é muito comum que os imóveis estejam com preços mais em conta, facilitando a compra do apê.

Além disso, as pessoas que estão se planejando para esta aquisição investindo em aplicações de renda fixa (Tesouro direto, CDB, LCI, LCA) vão ter um crescimento em seus rendimentos que pode encurtar ainda mais o prazo para a compra de um apê dos sonhos com uma boa entrada e parcelas confortáveis de financiamento.

Fato é que o mercado imobiliário não deve parar de aquecer mesmo com as variações da taxa Selic. Isso porque o financiamento de imóveis leva longos anos e pouco impacta sobre esses investimentos, estão com melhor rentabilidade que muitas aplicações financeiras, inclusive.

Se você está buscando a oportunidade para adquirir um apartamento, inúmeros fatores ainda favorecem essa meta. Procure sempre por construtoras e incorporadoras confiáveis para realizar esse sonho de maneira completa e efetiva!

imposto

O imposto de renda é uma das mais importantes tributações para o país e envolve uma série de regras necessárias para a sua correta ...

Planta

Quando começamos a procurar um apartamento na planta é muito comum surgir dúvidas a respeito do imóvel valorizar ou não durante tod ...

gastos

O mês de janeiro é marcado por muitos gastos financeiros, como IPTU, IPVA, matrículas em cursos, férias escolares, materiais, e muit ...